Piracicaba

Esalq - Piracicaba - Ano

Em 1877, por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba.

O território piracicabano, antes da povoação oficial pela Coroa Portuguesa era ocupado por povos indígenas. Piracicaba é de palavra indígena: “Lugar onde o peixe pára” e expressa a idéia de abundância de peixes.

A forma de povoamento do Brasil, até 1822, foi a de sesmarias. Nesta época, foram muitas as concessões de terras no sertão paulista sendo, pelo menos 22 delas na área da freguesia de Piracicaba. Porém, como a maioria, estas terras foram povoadas quando serviram a algum interesse.

Fundada em 1º de agosto de 1767, o povoador Antônio Corrêa Barbosa, destinado a função de constituir a nova povoação escolheu um terreno abundante em materiais naturais. Localizado mais próximo da estrada para Itú, à margem direita do salto, Piracicaba serviu como garantia ao ouro de Cuiabá e apoio para as embarcações que desciam o Rio Tietê dando retaguarda ao abastecimento do Forte de Iguatemi, na fronteira com os territórios espanhóis.

Em 1784, a freguesia foi transferida para a margem esquerda do rio, logo abaixo do salto, onde terras melhores favoreciam sua expansão. A princípio se plantava apenas para o consumo milho, arroz, feijão e algodão. E, em 1836, a pequena freguesia passou a se chamar Vila Nova da Constituição.

Já na segunda metade do século XIX, a paisagem rural de Piracicaba, apresentava sensíveis modificações e, devido ao seu relativo desenvolvimento, a Vila foi elevada à categoria de Cidade, com o mesmo nome, tendo como norteador a agricultura destacando-se a cultura e os engenhos de processamento da cana-de-açúcar. Em 1877, por petição do então vereador Prudente de Moraes, mais tarde primeiro presidente civil do Brasil, o nome da cidade foi oficialmente mudado para Piracicaba.

Piracicaba foi pioneira no processo de industrialização e na navegação fluvial, em São Paulo, mas aguardou por certo tempo a Ferrovia. Somente em 1922 chegava o primeiro trem da Paulista na cidade. A instalação dos sistemas de água encanada, energia elétrica e canalização de esgotos chegaram à cidade ainda no século XIX. Figuras de destaque nacional introduziram tecnologias avançadas na cidade e proporcionaram uma situação de pioneirismo para Piracicaba em relação às outras cidades brasileiras, como: Carlos Zanotta, Luiz de Queiroz, e Saturnino de Brito.

Na metade do século XX, Piracicaba com um complexo agroindustrial desenvolvido, passou a ser conhecida como A Capital do Açúcar. E, a partir de 1970, desenvolveu-se um importante processo de diversificação econômica no município, com a implantação de um parque industrial complexo.